Bem vindo ao The Myths of Legends

Esperamos que sua estadia seja proveitosa e que se divirta junto a dezenas de outros players que assim como você são fãs desta obra. Tenham um bom jogo.
Vista sua armadura, escolha seu reino e eleve seu cosmo pois a batalha aqui nunca tem fim.

FICHA DE PERSONAGEM DE OCTÁVIO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FICHA DE PERSONAGEM DE OCTÁVIO

Mensagem por Octávio de Leão Menor em Ter Fev 02, 2016 12:26 pm


Uma frase legal do personagem



Ficha de Personagem



Nome : Octávio Alfter
Sexo : Masculino
Idade : 17
Veste : Armadura de bronze de leão menor
País que Nasceu :  Espanha / Madrid




Características físicas:
     É um jovem, possuindo a altura de 1 metro de 76 centímetros, sendo não muito musculoso, o jovem pesa cerca de 67 kg.  Os cabelos deste jovem são de cor escura, não totalmente preto, mas sim um castanho escuro, não muito cacheado. Possui uma tatuagem em seu braço esquerdo com a imagem de um leão ( não muito grande, sendo tampada por qualquer blusa com manga) , a cor dos seus olhos é vermelho, porém dependendo da posição dos raios solares, pode ser notado como dourado. Possui um pequeno ferimento em sua mão esquerda, uma marca de corte na parte superior da mão.




Características psicológicas:

Um jovem que ama lutar, gosta de proteger as pessoas que são importantes para ele, sendo que, se alguma dessas pessoas importantes entrar em uma situação onde são agredidos ou ameaçados , o jovem age de forma violenta contra o inimigo. Para se acalmar o jovem precisa apenas sentir que o combate acabou, ou então que não pode vencer determinadas lutas.  Luta usando diversas técnicas que a prendeu com o tempo, não tendo um estilo em específico, porém sempre prefere um combate em pé com trocação de socos e chutes.
 A quantidade de amigos que possui é relativa, sempre quer ser amigo de todos, porém nem todos o consideram amigo. Tendo sempre como principal objetivo, ser fiel a deusa do Santuário, Athena, pela qual o jovem lutaria até a morte para protege-la.




História:
   A infância de Octávio foi muito simples, nasceu em uma família de classe média, em uma pequena vila no interior da Espanha. Seus pais o amavam muito, a mãe se chamava Alice e o pai José. Eram uma família muito feliz,
   A vila em que moravam era um lugar muito simples e belo, sendo que esta vila se desenvolveu ao redor de uma  grande floresta, com árvores que chegavam a incríveis alturas, porém esta vila tinha um pequeno problema, diversos saqueadores ''moravam na floresta'' e para evitar que a cidade fosse arruinada, os cidadãos deveriam sempre doar alimentos para estes indivíduos.
   O pai de Octávio, José, era um homem muito forte, sendo respeitado por todos os moradores do vilarejo, e por tal razão o homem, decidiu acabar com os abusos dos terríveis saqueadores. José reuniu um grupo de homens para fazerem uma emboscada, no dia em que os saqueadores fossem na cidade. Mamãe achava a ideia horrível e comentou que o plano poderia destruir a vila inteira, e sentenciar todos os moradores à morte, e infelizmente, meu pai não ouviu os pensamentos de minha mãe, e seguiu com seu plano.
    No dia em que a emboscada ia ser feita, mamãe me mandou ficar em casa, e se algo acontecesse, eu deveria ir para a floresta, lembro que nesta época eu tinha cerca de 10 anos de idade, e minha mãe antes sempre avisava para não ir na floresta, pois além dos saqueadores, também existia um velho louco.
    Assim que os saqueadores entraram na cidade, eu fui assistir da janela, o plano de meu pai foi um sucesso, os moradores conseguiram matar cerca de 10 saqueadores em poucos minutos, porém alguns deles conseguiram fugir para a floresta, porém ninguém se importou com isso, e os moradores viram a situação como se tivessem vencido o mal maior. Porém a alegria durou pouco, 1 hora antes do anoitecer, dezenas de saqueadores saíram da floresta, com tochas e diversos tipos de armas. Eu neste momento ainda estava em casa (tirando o sono da tarde) , até q ouvi diversos gritos, e fui olhar o que estava ocorrendo pela janela, era uma cena extremamente forte, um banho de sangue, mulheres e crianças sendo decapitadas, homens invadindo as casas e colocando fogo nelas. E no meio desta situação minha mãe adentrou chorando em meu quarto, me mandando sair pelas portas do fundo e entrar na floresta, foi isso que eu fiz , tive que sair correndo para dentro da floresta escura, porém em uma ultima olhada para trás, consegui ver a cidade inteira pegando fogo, logo olhei para frente e continuei correndo.
    Tinha acabado de anoitecer, eu já não conseguia mais ver a cidade, tinha conseguido fazer um corte profundo no meu punho esquerdo, após levar um tombo, e já estava ficando sem energia, para correr, sem contar que a floresta me assustava, e mal conseguia ver oque tinha na minha frente. Parei para descansar por alguns tempo, me encostei em uma árvore, respirei fundo, e então percebi que estava morrendo de fome, a fome era uma agonia, e então como estava muito distante da cidade, dei um grito pedindo socorro, e com o choro atrapalhando, gritei novamente, e ouvi um som terrível parecia o rugido de um animal terrível, eu até queria sair de onde estava, porém não tinha energia para tal façanha, e em seguida ouvi o som de paços ao meu redor, rápidos, pareciam o de um felino, mas o som era mais alto que o normal, com toda certeza não era um gato selvagem ou algum animal de pequeno porte.
    Por algumas horas eu não escutei mais nenhum som, entretanto, tinha a sensação de estar sendo observado, e assim que recobrei as energias para andar, eu me levantei, e ouvi o som de patas novamente, e desta vez a grama havia se movimentado, o medo ficou estampado em meu rosto, não sabia oque fazer, até o momento em que no meio da escuridão dois olhos vermelhos brilharam, e eu não tinha duvidas, eram os olhos de um gato muito grande, com medo, acabei voltando a correr, perdido , até parar em uma área sem as árvores para tampar a luz a da lua, e o animal ainda estava me seguindo, ele veio para área descampada e com calma se aproximou de mim. Eu tremia de medo, não iria conseguir mais correr, só aceitei que o animal ia fazer alo comigo, ele era grande e tinha espécie de juba extremamente linda, e após ele parar na minha frente, o medo simplesmente sumiu, eu dei um caminhada para a frente e passei a mão em sua cabeça, e senti algo incrível.
    Era como se um universo tivesse sido explodido dentro de mim, o animal que eu não sabia o nome, logo senti algo explicar seu nome '' leão '' , era incrível, um simples toque no animal, e eu já sabia seu nome, e tinha a sensação mais incrível possível correndo por dentro de mim. E então a energia dentro de mim se esvaiu e o leão, teve seu corpo sendo transformado em pó  de forma lenta, e com uma simples rajada de vendo o animal sumiu., parecia mágica.
   Sentei na grama, quase sem ar, até que um homem saiu do meio das árvores e falou -
??? - Então foi você, aquele cosmo...
   Sem entender nada, e ainda aflito, perguntei -
EU - qual seu nome
   O homem usava um grande pano branco por cima de suas vestes, eu não conseguia ver nada que ele usava, porém podia ser notado que ele era alto e não muito velho, respondeu -
??? - Eu sou Solomon, o sagrado cavaleiro de Leão... E eu acho que um jovem como você não deveria estar sozinho na floresta, principalmente este horário...
     Em meio as lágrimas que vinham, eu respondi -
EU- minha cidade foi destruída,saqueadores queimaram ela, eu fugi para floresta, e por favor me ajude estou morrendo de fome!
    O homem fez um sinal positivo com a cabeça e disse -
Solomon - Posso te levar para um lugar onde você irá se tornar forte, e terá comida de graça... Pois o cosmo é forte em você... E acho que seria de grande ajuda para minha pessoa...
    Solomon virou de costas, e me chamou para segui-lo....
    ------------------------- APÓS 3 ANOS ---------------------------------
   O senhor Solomon, me levou para treinar em um luar chamado santuário, onde apenas aprendizes de cavaleiros podem entrar para treinar. Como único aluno do cavaleiro de Leão, eu era muito cobrado, treinava por dias inteiros sem descansar, o desenvolvimento do cosmo em meu corpo se tornou algo mais fácil de se acessar, e eu tinha sempre a sensação de que o leão que havia encontrado na floresta sempre estava em meu lado.
   Com 13 anos de idade, já era capaz de lutar de igual com outros aprendizes de cavaleiros, alguns sendo até mais velhos e muito mais experientes em combate que eu. Eu estava me tornando forte, e não conseguia ver o momento em que teria minha armadura sagrada em mãos....
   ------------------------ APÓS MAIS 4 ANOS --------------------------
   Em 7 anos no santuário tive de treinar muito, fazer algumas missões para meu mestre, como por exemplo destruir rochedos, enfrentar saqueadores, que haviam se tornado seres fracos para mim. E finalmente o dia em que iria fazer o teste para conseguir a sagrada armadura de Leão menor, havia chego, eu tinha de lutar contra um outro jovem.
    O combate foi resumido em poucos minutos, no inicio do combate, eu estava na defensiva, esquivando de uma sequência de chutes e socos, até que o meu adversário deixou uma brecha no lado de sua costela direita, e um soco certeiro, fez com que ele caísse no chão com falta de ar. A batalha foi muito simples, e alguns dos examinadores do combate até queriam que eu lutasse outra vez, contra outro adversário.
    Porém no momento em que o combate acabou eu vi o mesmo leão da floresta na minha frente, ele abaixou a cabeça, e de repente a armadura de Leão menor estava vindo em minha direção, provando que eu era merecedor de utilizar ela em combate.


_________________
avatar
Octávio de Leão Menor
Cavaleiros de Bronze
Cavaleiros de Bronze


Código do Santo
LV:
HP:
500/500  (500/500)
Cosmo:
500/500  (500/500)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FICHA DE PERSONAGEM DE OCTÁVIO

Mensagem por Storyteller em Ter Fev 02, 2016 12:56 pm

Descrições - Bem feitas e que se encaixam no contexto. 
História - Sem erros gritantes, só uma precaridade na organização e uma narração que não trás a todo momento aquele sentimentos de perdido ou até mesmo de tédio.
Aprovado e assim espero que aproveite de nossa moradia! (qq)

Storyteller


Código do Santo
LV: 0
HP:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum